Angola

band_angola.jpg

Benguela

bras_angola.jpg
Área
39 826 km2 (Província)
População
2 000 000 habitantes (aprox. Província) (2006, fonte wikipedia) / 750 000 habitantes (Município) (junho 2013, fonte angop)
Clima
Tropical árido, temperatura média anual de 24ºC
Recursos Económicos
Agricultura: bananas, sisal, açucar, algodão, milho, café; pecuária / Indústria: pesca e indústrias derivadas; extração de minérios / Serviços: ferroviários, rodoviários e portuários
GPS
12º 30' S, 18º 30' E

Elementos Institucionais

Adesão à UCCLA
10 de maio 2011
Aniversário
17 de maio
Presidente da Câmara Municipal
Carlos Guardado (Administrador do Município de Benguela)
Morada
Governo Provincial
Rua 10 de Dezembro - Benguela, Angola
Telefone
(00244) 272233978/81
Fax
(00244) 272233978
Email
dpapess.beng@hotmail.com

Breve História

A 17 de maio de 1617, Manuel Cerveira Pereira desembarcou na Baía das Vacas, onde fundou o Forte de S. Filipe de Benguela, futura capital do Reino de Benguela, administrativamente separado, em 1615, do reino do Congo, feudatário da Coroa Portuguesa, e do reino de Angola. Em 1641, Benguela foi conquistada pelos holandeses e só em 1648 forças portuguesas, comandadas por Salvador Correia, libertaram a cidade e expulsaram o invasor. A região tornou-se mais tarde numa das mais importantes «testas-de-ponte» para a migração e penetração dos portugueses no interior, conhecendo então uma fase de grande progresso. Quase totalmente destruída por uma esquadra francesa, em 1705, Benguela foi reconstruída entre 1710 e 1733 e crê-se que a Igreja de Nossa Senhora do Pópulo, aberta ao culto em 1 de Novembro de 1748, e classificada monumento nacional, terá sido a primeira construção de pedra e cal de Benguela. O Caminho de Ferro de Benguela, que liga o Lobito à cidade da Beira, em Moçambique, através dos sistemas ferroviários da República Democrática do Congo e da Zâmbia, continua a ser um elemento essencial para o desenvolvimento económico da Província e do País. De igual forma, o Porto do Lobito, o 2º porto de carga de Angola, permite a exportação da produção da região e o escoamento para os mercados internacionais de produção mineira da R.D.Congo (cobalto e cobre) e da Zâmbia, transportados pelo C.F.Benguela. A Corrente Fria de Benguela, com origem no Oceano Glacial Antárctico, alarga-se no seu percurso para Norte, chegando a atingir cerca de 300 km de largura ao largo de Benguela. As suas águas, ricas em plâncton, fazem do litoral um vasto ecossistema marinho e uma zona especialmente propícia às actividades relacionadas com a pesca. Benguela, hoje um importante pólo de desenvolvimento, é um dos mais ativos centros culturais angolanos e uma das províncias mais mestiças de Angola, tanto do ponto de vista étnico como do cultural. Embelezada por acácias rubras, a cidade é famosa pelas suas praias, como as da Baia Azul e da Baía. Benguela tem acordos de geminação com os municípios de Cascais, Oeiras e Oliveira do Bairro (Portugal).