Portugal

bandeira portugal

Almada

brasão almada
Área
70,2 km2; 13,74 km2 (área urbana)
População
173 289 habitantes (2011)

Elementos Institucionais

Adesão à UCCLA
2010
Aniversário
24 de junho
Presidente da Câmara Municipal
Inês de Medeiros
Morada
Câmara Municipal de Almada
Largo Luís de Camões
2800 - 158 Almada, Portugal
Telefone
(00351) 21 272 4534
Fax
(00351) 21 272 4555
Email
gab.presidencia@cma.m-almada.pt

Breve História

As recentes intervenções arqueológicas revelaram que a região foi habitada ou ocupada, pelo menos, desde o final do Neolítico, há cerca de 5.000 anos, sendo a proximidade do rio, desde sempre, fator de fixação humana. Outros povos, como os fenícios, e os romanos, passaram por aqui ou fixaram-se, como os muçulmanos, que construíram uma fortaleza para vigilância e defesa da entrada do Tejo. É de resto geralmente aceite que a palavra Almada provém do árabe «al-ma´adan», que significa «a mina», numa alusão à exploração e ouro naquela zona. A povoação, conquistada por D. Afonso Henrique em 1147, recebeu foral do rei D. Sancho I em 1190 e foi elevada a cidade em 1973. A partir de meados do século XIX, Almada industrializa-se, em especial na fiação e tecelagem, nos estaleiros navais, na moagem e na cortiça, assistindo-se ao nascimento e crescimento de um forte movimento associativo. Desde o fim dos anos quarenta até ao início dos anos setenta do século XX, com a instalação de novas indústrias, a inauguração da ponte sobre o Tejo e a expansão dos estaleiros navais da Lisnave, Almada registou uma explosão demográfica de que resultou um importante crescimento da mancha urbana, começando a colocar-se com premência questões sobre a qualidade de vida da população em áreas como a habitação, transportes, saúde e outros. Nos anos 90 desenvolvem-se ou ampliam-se estruturas básicas de água e saneamento, estruturas viárias, equipamentos escolares, criação de habitação social, de parques e de zonas verdes. A posterior instalação de um hospital e de polos de ensino superior e os melhoramentos dos meios de transporte, como o comboio da ponte sobre o Tejo, vieram representar uma transformação acelerada das condições de vida das populações da cidade e do concelho. Almada é sede do município e a sexta cidade mais populosa de Portugal.