Logotipo Biombo Agir

Lançamento do Projeto Biombo, Agir! - Agir em parceria para o desenvolvimento da Região de Biombo

Terá lugar no dia 5 de julho, em Quinhamel, Região de Biombo, Guiné-Bissau, o lançamento do projeto Biombo, Agir!, com a presença da Ministra da Administração Territorial da Guiné-Bissau, Ester Fernandes, do Governador de Biombo, Armando da Silva,  do Secretário-Geral da UCCLA, igualmente em representação da ONGD Urb-África, Vitor Ramalho, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, entre outras individualidades.
 
De realçar a presença prevista do Embaixador de Portugal, António de Carvalho, e do Embaixador da União Europeia, Víctor Madeira dos Santos, na qualidade de representante da entidade financiadora do projeto.
 
No âmbito desta iniciativa terão lugar intervenções dos representantes dos parceiros e financiador, uma breve apresentação do projeto e animação com grupos culturais da Região de Biombo. 
 
No dia 5 de julho, da parte da tarde, realizar-se-á um seminário alusivo ao tema “Ordenamento do Território e Desenvolvimento”, destinado aos quadros da Administração Regional e a elementos das organizações da sociedade civil dos três sectores de Biombo.
 
O Secretário-Geral da UCCLA aproveitará a sua presença na Guiné-Bissau para reunir com diversas individualidades, nomeadamente com as cidades membro da UCCLA na Guiné-Bissau, analisar com a Delegação da União Europeia os projetos em curso e firmar um memorando de entendimento com a Rádio Sol Mansi.
 
 
O projeto - Biombo, Agir! decorre no âmbito do reforço da governação local e da prestação de serviços às populações, subvencionado pela União Europeia, com a duração de 30 meses. Visa contribuir para a coesão social e promoção da boa governação na Região de Biombo, reforçando as capacidades da autoridade local, o diálogo e a cooperação com os atores não estatais com vista à adoção de planos locais de desenvolvimento, envolvendo as autoridades regionais, organizações da sociedade civil, outros atores não estatais, líderes comunitários, chefes, representantes tradicionais e a população em geral.
 
 
 
 
Publicado em 02-07-2018