Programa de luta contra o Paludismo em Água Grande
Teve início nos distritos de Água Grande (Membro Efetivo da UCCLA) e Mé-Zochi a primeira fase de pulverização das casas, no âmbito do Programa Nacional de Luta contra o Paludismo.
 
O coordenador do programa, Hamilton Nascimento, afirmou que “a primeira fase do terceiro círculo da PID, terá a duração de aproximadamente de dois meses, e deverá prolongar até 14 de Novembro do ano em curso”.
 
Hamilton Nascimento, justificou o motivo da escolha dos dois distritos, por serem os mais populosos de São Tomé, por razões de estratégia adotado pelo Programa Nacional de Luta Contra o Paludismo, e na impossibilidade de poderem fazer em sete distritos ao mesmo tempo, por razões logísticas, desde equipamentos, recursos humanos, sobretudo ao nível de transporte para deslocar aos respetivos distritos do país.
 
Este responsável avançou, ainda, que a segunda fase decorrer nos outros cincos distritos do Arquipélago, em Lobata, Lembá, Cantagalo, Caué, e na Região Autónoma do Príncipe.
 
O coordenador apela ao apoio da população “no sentido de continuar a cooperar no terreno, com os agentes pulverizadores, abrindo as portas das suas residências, tendo adiantado este dirigente que, a meta prevista, é ter São Tomé e Príncipe livre do paludismo, daí que o sucesso dessa luta, vai dependendo de toda a população Santomense”.
 
Recorde-se que, a epidemia da Malária conhecida como o paludismo pela maioria da população são-tomense, tem afetado várias famílias, desde crianças jovens, adultos e idosos, chegando a causar vítimas mortais, caso não houver a prevenção durante a sua manifestação.
 
 
 
 
 
Publicado em 19-09-2017