Livro “Viagem a Moçambique” de Maria de Jesus Barroso Soares
Por ocasião do falecimento do líder da Renamo Afonso Dhlakama, a Notícias UCCLA recorda a viagem que Maria Barroso realizou a Moçambique, em setembro de 1991, a convite da Conferência Episcopal da África Austral, sendo cardeal de Moçambique D. Alexandre dos Santos.
 
Durante a visita Maria Barroso conseguiu obter do Presidente Joaquim Chissano e do líder da Renamo, Afonso Dhlakama, a garantia de que seria criada uma zona de paz em redor de Ressano Garcia, de 20 km, antes dos acordos de Roma, o que foi escrupulosamente cumprido. Nessa ocasião o Cardeal D. Alexandre do Nascimento nomeou pároco de Ressano Garcia o Padre Bretão Jean Pierre le Scour que coordenada na região de Masungulo, na África do Sul e na fronteira com Moçambique, um campo de refugiados moçambicanos.
 
No regresso Maria Barroso, que na altura estava acompanhada pelo atual Secretário-Geral da UCCLA, Vitor Ramalho, escreveu um livro que tem por título “Viagem a Moçambique” com prefácios, entre outros, do ex-Presidente da República Joaquim Chissano e do líder da Renamo Afonso Dhlakama.
 
Publicado em 2009, o livro “Viagem a Moçambique” tem a chancela da Gráfica de Coimbra e apresenta testemunhos do Cardel Alexandre dos Santos (Cardeal de Maputo); Joaquim Alberto Chissano (Presidente de Moçambique); Afonso Djakama e Maria de Jesus Barroso Soares.
 
 
 
 
 
 
Publicado em 11-05-2018