São Tomé e Principe

Santo António do Príncipe

143 km2
5 400 habitantes (ilha, estimativa 2004); 1 156 habitantes (cidade)
Tropical, quente e húmido, com uma estação chuvosa de outubro a maio
Atividade pesqueira, cacau e cana-de-açúcar. Energia hidráulica, turismo. Descoberta recente de jazidas de petróleo

Elementos Institucionais

1993
13 de junho
Presidente do Governo Autónomo da Ilha do Príncipe - José Cardoso Cassandra
Governo Regional do Príncipe
Santo António do Príncipe
República Democrática de São Tomé e Príncipe
presidencia-grp@hotmail.com

Breve História

A cidade de Santo António é capital da província do Príncipe e capital do distrito de Pagué, que cobre toda a ilha. Segunda cidade do arquipélago que constitui a República Democrática de São Tomé e Príncipe, deve o nome ao facto de a ilha ter sido descoberta no dia dedicado àquele santo português e ainda por ser Capital da Província do Príncipe o imposto sobre o açúcar produzido na ilha.

Capital durante cem anos, entre 1753 e 1852, a cidade está rodeada de indescritíveis belezas naturais, vegetação luxuriante e praias paradisíacas. Na verdade, o arquipélago é por muitos considerado como o Paraíso no Equador.

De origem vulcânica, a ilha do Príncipe é muito acidentada, atingindo 948m no Pico do Príncipe, localizado no sul da ilha, e que faz parte do Parque Natural Ôbo. No interior da ilha cresce uma floresta tropical densa e muitas espécies raras de animais, em especial aves.

Com base nesta envolvente natural de extraordinária beleza, a cidade e a ilha têm apostado no turismo, procurando desenvolver infraestruturas, como hotéis, estradas, um porto marítimo e um novo aeroporto.